2

Insuficiência Respiratória Aguda

                                   Sistema respiratório(Voltado para clinica médica)

Ocorre quando o organismo não realiza a troca de oxigênio por dióxido de carbono adequadamente, isto faz com que o nível de dióxido de carbono (CO2) se eleve e o de oxigênio (O2) diminua, causando hipóxia

É a incapacidade do sistema em manter uma troca gasosa adequada e níveis normais dos gases sanguíneos, ameaçando a vida do paciente.
Tipos:


- Aguda: é a falência respiratória  que surge nos pacientes cujos pulmões  eram estrutural e funcionalmente normais, ocorre  rapidamente.
 - Crônica: é a falência respiratória  que surge nos pacientes com doença pulmonar  crônica, surge em período de meses ou  anos.
Sinais e Sintomas


- ↑ FC (Freqüência Cardíaca)
- ↑ FR (Freqüência respiratória)
- Hipóxia (dispnéia, taquipnéia, hipotensão,  taquicardia, bradicardia, arritmias, cianose) -  Desorientação,
queda do nível de consciência, agitação  psicomotora)
- Uso de músculos acessórios da respiração
- Sudorese

Tratamento:
 - Cânula orofaríngea (Guedel): dispositivo  de borracha para ser introduzido na boca  evitando o deslocamento da língua.
- Cânula naso-faríngea: dispositivo de  borracha para ser introduzido pelo nariz.
- Monitorização: oxímetro de pulso e  monitor cardíaco.
- Oxigenoterapia: administração de oxigênio  quando o paciente está com hipóxia.

Antibióticos;
Broncodilatadores;
Corticoesteróides;
Fisioterapia respiratória.

Cuidados de enfermagem
 oxigenoterapia;
Manter decúbito elevado para maior expansão torácica;
Manter oxímetro de pulso;
Avaliar sinais vitais de 4/4h;
Avaliar nível de consciência;
Suporte psicossocial;
Suporte nutricional, caso paciente seja entubado, SNE.
Boa noite!

2 comentários:

  1. muito obrigada pela ajuda.
    Encontrei o artigo que buscava.

    ResponderExcluir
  2. muito obrigada pela ajuda.
    Encontrei o artigo que buscava.

    ResponderExcluir