Mostrando postagens com marcador História da enfermagem. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador História da enfermagem. Mostrar todas as postagens
17

Dia do Técnico e auxiliar em Enfermagem

http://enfermageandotc21.blogspot.com.br/
Ola,bom dia pessoas estou tão orgulhosa hoje,não sei porque rsrsrsrs é o grande dia,"20 de maio" vamos comemorar,vocês tem notado que estou muito dedicada,interagindo com o blog,gente esse blog é uma paixão para mim,mas bora falar do que realmente interessa,bom em todo Brasil hoje é o Dia do Técnico e Auxiliar em Enfermagem e com grande satisfação venho falar sobre o assunto,essa profissão é de fundamental importância para a prestação de assistência em saúde.
1

Dia mundial do enfermeiro "12 de maio"



Ola,bom dia pessoas!
Dia 12 de maio é o dia de homenagear os profissionais de Enfermagem.
O dia foi escolhido por ser a data de nascimento de Floresce Nightingale, considerada "mãe" da enfermagem moderna,esse mês promete,eu não poderia deixar de fora um dia importante como esse,trouxe essa postagem para que todos possam saber do importante e essencial papel desse profissional para a sociedade!
0

Técnico em enfermagem"PROFISSÃO"

Enfermageando por amor

Ola boa tarde pessoas,esta postagem veio a pedidos mas,não sei se pode ajudar, (a leitora que me pediu)espero que seja mas ou menos essa uma pesquisa que ajude de fato no seu trabalho, embora eu tenha pesquisado bastante "também"o assunto e tenha entendido perfeitamente o que você querida leitora do blog esta a buscar.
Na mensagem que me mandou você quer  um artigo ou noticia legal que fale sobre o profissional técnico em enfermagem eu fiz algumas pesquisas e cheguei a conclusão que o mas legal que poderia citar seria o código de ética e legislação do coren.
0

A História de Ana Neri

"ANA NERY - A Primeira Enfermeira do Brasil"
 (*13/12/1814 + 20/05/1880)

A primeira escola oficial de enfermagem de alto padrão no Brasil, fundada por Carlos Chagas em 1923, recebeu em 1926 o nome de "Ana Néri", em homenagem à primeira enfermeira brasileira, que serviu como voluntária na guerra do Paraguai. Ana Justina Ferreira Néri nasceu na vila de Cachoeira de Paraguaçu-BA, em 13 de Dezembro de 1814.

Viúva do capitão-de-fragata Isidoro Antônio Néri, viu seus filhos, o cadete Pedro Antônio Néri e os médicos Isidora Antônio Néri Filho e Justiniano de Castro Rebelo; seus irmãos Manuel Jerônimo Ferreira e Joaquim Maurício Ferreira, ambos oficiais do exército, serem convocados para a Guerra do Paraguai.

Ana Néri escreveu então ao presidente da província uma carta em que oferecia seus serviços como enfermeira enquanto durasse o conflito.

Partiu da Bahia, de onde nunca saíra, em 1865, para auxiliar o corpo de saúde do Exército, que era pequeno e contava com pouco material. Começou seu trabalho no hospital de Corrientes, onde havia, nessa época, cerca de seis mil soldados internados e algumas poucas freiras vicentinas. Mais tarde, assistiu os feridos em Salto, Humaitá, Curupaiti e Assunção.

Mulher de posses, com seus recursos montou na capital conquistada, na própria casa onde morava, uma enfermaria limpa e modelar. Ali trabalhou, abnegadamente, até o fim da guerra, na qual perdeu seu filho Justiniano e um sobrinho, que se alistara como voluntário da pátria.

De volta ao Brasil, em 1870, Ana Néri recebeu várias homenagens: foi condecorada com as medalhas de prata humanitária e da campanha e recebeu do imperador uma pensão vitalícia, com a qual educou quatro órfãos que recolhera no Paraguai. Ana Néri morreu no Rio de Janeiro-RJ, no dia 20 de Maio de 1880.


O filme faz com que tenhamos um melhor entendimento,não deixem de ver e muito interessante.
Beijos no coração!
13

Dorothea Elizabeth Orem (Teoria)

1914 nasce Dorothea Elizabeth Orem,em Baltimore, Maryland, EUA;
1930 se forma e recebe o título de Bacharel em Ciências e Educação de Enfermagem;
1939 conclui o Mestrado em Ciências em Educação em Enfermagem;
1945 Obteve Doutorado em Ciências;
1971 publicação do seu livro (Enfermagem conceitos da pratica "teoria do autocuidado");
1980 a 1988 Nomeada Membro Honorário da Academia Americana de Enfermagem;
1992 Continua a trabalhar como consultora de enfermagem e a desenvolver sua teoria de enfermagem.

http://enfermageandotc21.blogspot.com.br/


Desenvolveu sua teoria do auto-cuidado, que consiste, basicamente, na ideia de que os indivíduos, quando capazes, devem cuidar de si mesmos. Quando existe a incapacidade, entra o trabalho do enfermeiro no processo de cuidar. Para as crianças, esses cuidados são necessários mediante incapacidade dos pais e/ou responsáveis interferirem neste processo.
0

Períodos históricos da Enfermagem

Período Pré Cristão

No período Pré-Cristão as doenças eram tidas como um castigo de Deus ou resultavam do poder do demônio.
Por isso os sacerdotes ou feiticeiras acumulavam funções de médicos e enfermeiros.
O tratamento consistia em aplacar as divindades, afastando os maus espíritos por meio de sacrifícios.
Usavam-se: massagens, banho de água fria ou quente, purgativos, substâncias provocadoras de náuseas.
 Mais tarde os sacerdotes adquiriram conhecimentos sobre plantas medicinais e passaram a ensinar pessoas,
delegando-lhes funções de enfermeiros e farmacêuticos.
Alguns papiros, inscrições, monumentos, livros de orientações política e religiosas,
ruínas de aquedutos e outras descobertas nos permitem formar uma idéia do tratamento dos doentes.

0
        Florence Nightingale
Seu dedicado trabalho e respeito pela vida humana
deram origem aos fundamentos da enfermagem moderna
em todo o planeta

Considerada a fundadora da enfermagem moderna,
 a britânica Florence Nightingale revolucionou a atividade,
antes relegada a um trabalho amador e sem os devidos cuidados
 de higiene, o que acabava por agravar o estado dos pacientes.
Como voluntária de guerra, ela marcou a história a tal ponto que
o dia de seu nascimento, 12 de maio, é comemorado mundialmente
como o Dia da Enfermagem.
4

O que significa os símbolos da Enfermagem???

Os significados dados aos símbolos da Enfermagem:

 Lâmpada: caminho, ambiente
 Cobra: magia, alquimia
 Cobra + cruz: ciência
 Seringa: técnica 
 Cor verde: paz, tranqüilidade, cura, saúde
 Pedra símbolo da Enfermagem: esmeralda 
 Cor que representa a Enfermagem: verde esmeralda

 Símbolo da Enfermagem - a lâmpada a óleo com a qual Florence iluminava a tenda dos enfermos

0

História da Enfermagem

História da Enfermagem



A enfermagem é uma profissão que se desenvolveu através dos séculos.
Somente nos séculos XII e XIV é que houve o progresso da ciência, aumentando os recursos profissionais na área da cura.

Período Antes de Cristo

Nesse período a doença era considerada como castigo de Deus ou efeito do poder do demônio; por isso recorriam à sacerdotes que acumulavam funções de médico e enfermeiro.
O tratamento consistia em afastar os maus espíritos através de banhos, massagens, etc.
No Egito praticava-se o hipnotismo.
Na Assíria a medicina era praticada através da magia.
Na Grécia os médicos conheciam os sedativos, fortificantes, ossos, circulação e faziam ataduras.

Período Florence Nightingale

Nascida em Florença em 12 de maio de 1820, era dotada de uma inteligência incomum. Em 1854, seguiu para a guerra da Criméia, instalou em dois hospitais o seu serviço, prestando atendimento a 4.000 feridos. Florence ficou conhecida como a dama da lamparina, pois era com uma lamparina na mão que ela percorria as enfermarias à noite. Até meados do século XIX, era praticamente nula a assistência aos enfermos nos hospitais de campanha, onde a insalubridade aumentava ainda mais o número de mortos. Com seu trabalho, Florence Nightingale lançou as bases dos modernos serviços de enfermagem. Educada pelo pai, aprendeu grego, latim, francês, alemão e italiano, história, filosofia e matemática. Em 7 de fevereiro de 1837, acreditou ter ouvido a voz de Deus conclamá-la a uma missão. Interessou-se então pela enfermagem, e após formar-se por uma instituição protestante de Kaiserweth, Alemanha, transferiu-se para Londres, onde passou a trabalhar como superintendente de um hospital de caridade. Florence não conhecia o conceito de contato por microorganismos, uma vez que este ainda não tinha sido descoberto, porém já acreditava em um meticuloso cuidado quanto à limpeza do ambiente e pessoal, ar fresco e boa iluminação, calor adequado, boa nutrição e repouso, com manutenção do vigor do paciente para a cura. Em suas escolas, Florence baseava sua filosofia em quatro idéias-chave: 1. O dinheiro público deveria manter o treinamento de enfermeiras e este, deveria ser considerado tão importante quanto qualquer outra forma de ensino. 2. Deveria existir uma estreita associação entre hospitais e escolas de treinamento, sem estas dependerem financeira e administrativamente. 3. O ensino de enfermagem deveria ser feito por enfermeiras profissionais, e não por qualquer pessoa não envolvida com a enfermagem. 4. Deveria ser oferecida às estudantes, durante todo o período de treinamento, residência com ambiente confortável e agradável, próximo ao local. Durante a guerra da Criméia, entre 1854 e 1856, integrou o corpo de enfermagem britânico em Scutari, Turquia. Seu trabalho de assistência aos enfermos e de organização da infra-estrutura hospitalar a tornou conhecida em toda a frente de batalha. Publicou Notes on Matters Affecting the Health, Efficiency and Hospital Administration of the British Army (1858 Notas sobre a saúde, a eficiência e a administração hospitalar no exército britânico). Fundou em 1860 a primeira escola de enfermagem do mundo. Em 1901, completamente cega, parou de trabalhar. Morreu em Londres, em 13 de agosto de 1910.

A Enfermagem como profissão

Atualmente a enfermagem não é somente arte, mas uma ciência, pois baseia-se em princípios científicos.
Para Wanda Horta a enfermagem tem três seres:
- o ser enfermagem
- o ser enfermeiro
- o ser paciente.